É possível aprender com um concorrente? É muito provável que sim! Entender como funcionam outras empresas e observar o que dá certo e o que dá errado em outras lojas, pode ser o seu diferencial para estar sempre um passo à frente, quando se trata do mercado da moda. Se você deseja entender o público, as tendências que podem dar certo e outras informações, o benchmark é o melhor jeito para ficar por dentro disso. 

O benchmarking é uma estratégia que pode te ajudar nessa função. Neste artigo, você poderá entender como funcionam as estratégias de benchmark e aplicá-las no seu varejo de moda para impulsionar ainda mais o seu ritmo de vendas.

Benchmark o que é? Veja tudo sobre benchmarking exemplos. | Foto: Freepik.

O que é benchmark

O benchmark é uma das principais estratégias das empresas para avaliar certas questões de mercado. Essa técnica consiste em analisar e monitorar as ações dos concorrentes, ou de outras lojas, que podem ser usadas como referência para você. 

Essa tática é usada por empresas de todos os portes, porque o benchmark se tornou um importante passo para o crescimento de um negócio no mercado.

A proposta consiste em entender todas as ações da concorrência: Serviços, produtos, atendimento, novas estratégias, gestão, etc. Tudo pode ser usado como referências que podem ser trazidas para o seu negócio, sendo essencial para manter a empresa atualizada das novas técnicas de mercado e competir no mesmo nível das outras empresas.

O benchmark exige também a interpretação desses dados com inteligência, para adaptar da melhor forma a sua empresa e se manter competitiva no comércio.

Por que ele é tão importante para as empresas?

O benchmark é essencial para compreender as novas tendências, estratégias e técnicas da concorrência, assim como os erros e acertos, a recepção do público quanto a certas inovações, entre vários outros pontos. Com isso, sua empresa tem mais chances de obter melhores resultados na hora de pensar novas coleções, estratégias de marketing, serviços, produtos, etc. Isso porque, ao compreender os erros e acertos da concorrência, você pode entender melhor o que o seu público busca e quais os caminhos para obter o melhor desempenho da sua loja.

Por isso, as lojas de grande porte estão sempre trazendo novas ações e atividades, que garantam que a empresa esteja concorrendo no mesmo nível das outras e mantenha sua competitividade no mercado. 

É importante ressaltar que as estratégias não devem ser copiadas, use-as de inspiração para fazer com que sua empresa não fique para trás quando o cliente comparar os serviços, produtos e atendimento com as outras lojas.

O que pode ser avaliado com o benchmarking no varejo de moda?

Confira, abaixo, o que pode ser avaliado com o auxílio do benchmarking:

Serviços oferecidos

É importante ficar atento às inovações que os concorrentes estão oferecendo aos clientes: Atendimentos personalizados, à domicílio, etc.

Sendo assim, você pode analisar as estratégias que o concorrente usa e aplicá-las na sua loja. Além disso, pode ser uma boa tática ficar atento às tendências que o concorrente oferece, pois, com isso, você pode adaptá-las da melhor forma para ficar a cara da sua empresa.

Recepção do público

Como o público tem reagido às novas coleções do concorrente? E aquela tendência da internet que o concorrente trouxe para as prateleiras? Essas são algumas das perguntas que você deve se fazer quando analisa as propostas dos concorrentes. 

Portanto, as táticas que estão dando muito certo no momento, podem ser trazidas para o seu público e dessa forma, sua empresa vai estar alinhada com as exigências do mercado e se manter competitiva nas vendas.

Preços

É muito importante estar atento à quanto o cliente está disposto a pagar, para isso analise lojas que possuem um perfil de cliente próximo ao seu e entenda qual a média de preço aceitável para cada produto.

Fique atento para cobrar preços justos pelo seu trabalho, levando em consideração a qualidade das peças, recursos e mão de obra que sua empresa oferece.

Como executar o Benchmark

Entenda, a seguir, como executar o benchmark na sua loja:

Defina seus objetivos

Seus objetivos lhe guiarão no processo de análise benchmark, seja por meio da competição direta com algum concorrente, investigação dos modos de conduta que orientam a empresa (atendimento, táticas de venda, tipos de serviço, etc.) ou entender como funciona a produção e produtividade da empresa que está sendo analisada.

Busque as melhores referências em marcas

É importante ter marcas competentes e que você admira como seu ponto de análise benchmark, sejam concorrentes diretos de sua empresa ou não.

Defina os critérios de avaliação

Depois de decidir qual empresa vai ser monitorada e qual o seu objetivo com essa análise, você deverá ter critérios bem definidos de avaliação. Se você pretende saber como eles lidam com o público, por exemplo, escolha pontos que devam ser analisados dentro desse critério, por exemplo: Atendimentos quando há reclamações, resolução de problemas, vendas, interação com os clientes pelas redes sociais, etc.

Interpretação dos dados recolhidos

Com os dados em mãos você poderá estabelecer comparativos, entender os erros e acertos da empresa analisada, formular resoluções para os problemas que podem vir a surgir na sua empresa, etc. Mas, lembre-se de trazer esses dados para a realidade da sua loja, para isso você deve se perguntar sempre: Será que meu público vai gostar dessa ação?

Relatório

Com a interpretação dos dados, trace um relatório dos potenciais riscos que a empresa analisada pode trazer para o seu negócio, as estratégias para adequá-los na sua empresa, possíveis melhorias e novas estratégias a serem implementadas.

Cuidados no benchmark

Saiba, abaixo, quais os cuidados que você deve tomar ao utilizar o benchmark:

Não faça o benchmark apenas uma vez

As empresas estão em constante mudança e adaptação, por isso é importante fazer o monitoramento constante das atividades empregadas pelos concorrentes.

Ter referências em outras empresas não significa copiar!

Mantenha a identidade da sua empresa, porque é isso que a torna única para o público. Por isso, não aplique na sua empresa exatamente o que o concorrente faz, mas pegue os melhores pontos e adapte para o formato da sua empresa de forma original e diferenciada.

Tenha ética

Os dados do benchmark devem ser obtidos de forma legal.

Quer saber mais como desenvolver sua marca de moda, utilizar o benchmark, pensar em coleções, entender sobre o mercado e muitas outras coisas que podem te ajudar no crescimento do seu negócio? Acesse a U.Mode, lá você consegue ficar por dentro de tudo que envolve o ramo da moda.