A segmentação de cliente ajuda na expansão de negócios, inclusive nos de moda, uma vez que é capaz de colocar você em contato com pessoas de interessante para a sua marca. Por isso, a sua implantação é essencial. 

Confira um pouco mais sobre segmentação, neste artigo.

A segmentação de cliente ajuda na expansão da marca e captação de clientes. | Foto: Freepik

O que é a segmentação de clientes?

A segmentação de cliente significa, basicamente, a divisão de clientes ou de potenciais clientes de uma empresa em grupos que possuem as mesmas dores, isto é, que entendem sobre a mesma área. Além disso, é levado em consideração características específicas e relevantes.

A segmentação permite que a empresa desenvolva uma comunicação mais eficiente com seus leads e, também, uma tomada de ações mais direcionadas e certeiras, o que facilita as suas vendas e publicidade. 

Sendo assim, o segmento é um conjunto de pessoas ou empresas, para os quais a sua marca pretende vender. 

A segmentação de cliente moda será um passo fundamental para a definição de um modelo de negócio, realização da sua fashion PLM e planejamento de coleção. Já que um maior conhecimento sobre os seus clientes, ou futuros clientes, é extremamente útil no planejamento de uma coleção.

Além disso, na moda, antes de escolher o segmento da sua loja, você precisa saber quem é o público que costuma consumir nesse setor e as suas demandas. Os segmentos são divisões dentro de um mercado, alguns exemplos na moda são: acessórios, plus-size, infantil, moda masculina ou feminina.

Como fazer a segmentação de cliente?

Basicamente, a segmentação consiste em coletar informações dos seus compradores e potenciais compradores, analisar esses dados e, a partir deles, tomar decisões estratégicas. Há vários tipos de segmentação, como veremos mais adiante, que podem ser combinadas para se chegar ao melhor resultado.

Já vimos o que é e como a segmentação de cliente é vantajosa. Agora, chegou a hora de saber como segmentar clientes da forma correta, para que você tenha bons resultados.

1. Escolha um tipo de segmentação

Como vimos acima, há vários tipos de segmentação e, após escolher um deles, você precisa conhecer o seu cliente para que consiga os dados necessários. A partir disso, é só usar essas informações.

2. Estabeleça o tamanho do segmento

Agora, é necessário analisar a composição geral de cada um dos grupos. Feito isso, a partir das principais características dos seus clientes, você irá descobrir entre quais categorias o seu produto faz mais sucesso. 

Caso 70% dos seus clientes tenham entre 18 e 25 anos, o seu produto é mais aceito e consumido pelos jovens, por exemplo. Mas, além disso, a segmentação permite, ainda, que você extraia dados mais elaborados e profundos sobre o seu público e empresa.

3. Saiba quais são as tendências

Após esse primeiro entendimento dos dados, você poderá definir as tendências e anomalias de cada segmento: As tendências mostram o que está indo bem, logo saberá o segmento que poderá manter as suas estratégias. Já as anomalias mostram como o seu produto está indo em um segmento inesperado. 

Elas irão permitir que você monte um planejamento para expandir esse mercado que acabou de ser reconhecido. Assim, você também poderá expandir o seu negócio de maneira certeira. 

4. Calcule o valor de cada segmento

Não é só a composição que você deve analisar após a segmentação, mas também é preciso saber a composição do valor desses grupos. Ou seja, estimar a porcentagem de receita produzida e as compras realizadas por cada uma das categorias de um segmento. Portanto, isso mostrará quem gasta mais ou compra com maior frequência em seu negócio. 

É importante lembrar que no seu maior segmento, nem sempre, estão os seus melhores clientes, isto é, aqueles que mais consomem os seus produtos e que voltam mais vezes à sua loja.

Também poderá descobrir qual o perfil de cliente que costuma se tornar leal e aqueles que precisam de mais atenção do seu marketing para que sejam fidelizados.

5. Personalize o conteúdo

Quando chegar nessa etapa, a segmentação de cliente já terá proporcionado a você conhecimento suficiente sobre o seu público. Então, poderá entregar aos seus clientes um conteúdo personalizado e atraente. 

A ideia é fazer com que eles se envolvam o máximo possível com a marca e sintam que estão tendo um atendimento exclusivo.

5 motivos para você segmentar seus clientes

Confira, a seguir, os 5 motivos para você segmentar seus clientes:

1. Maior fidelização clientes

A segmentação faz com que os clientes aumentem a sua confiança no negócio. Assim, é mais provável que eles voltem a comprar. Isso acontece porque, você ajusta o produto para atender melhor às necessidades do cliente, ou seja, a sua empresa oferece exatamente o que ele quer.

Além disso, você consegue criar e manter um relacionamento com o cliente depois da venda, nutrindo os seus leads.

2. Otimização de preços

A segmentação de cliente permite que você saiba o status financeiro e social. Com isso, é bem simples estabelecer preços, tornando mais fácil o planejamento de coleção. 

Os dois lados ganham com a otimização de preços: os clientes têm acesso ao serviço por um preço coerente e a sua empresa consegue gerar o máximo de receita possível.

3. Melhor comunicação

É preciso compreender as necessidades e dores dos seus clientes, sendo assim, a partir da segmentação, você os conhece melhor e, assim, estabelece um foco maior na sua comunicação com campanhas de marketing mais bem direcionadas. Dessa forma, a sensação dos compradores será de que o produto foi criado exatamente para atendê-los.

4. Maior competitividade e capacidade de expansão

Com a segmentação de cliente, você não só se torna mais assertivo, mas também agressivo em suas estratégias, uma vez que, saberá exatamente o que eles procuram. Além disso, ficará bem mais claro quem são os seus possíveis clientes e como conquistá-los.

Consequentemente, as suas vendas aumentarão e a empresa crescerá no mercado. Portanto, expandir o seu negócio ficará bem mais fácil, pois você saberá para qual público deve investir. 

5. Qualificação eficiente de leads

Outra vantagem da segmentação de cliente é saber quando um indivíduo específico tem mais uma probabilidade de precisar dos seus serviços, pois com a segmentação, você irá descobrir qual grupo de clientes está precisando do seu serviço naquele momento. Ou seja, você saberá em qual época costuma vender mais.

Além disso, depois de definir quem são os seus alvos, ou seja, os seus leads, você saberá melhor as estratégias que deve adotar para nutri-los e quando fazer isso.

Entenda quais tipos de segmentação é o melhor para o seu negócio | Foto:freepik

Tipos de segmentação de clientes

Saiba, abaixo, os tipos de segmentação de clientes:

1. Segmentação Geográfica

A segmentação pautada em critérios geográficos proporciona ações com base no lugar onde as pessoas estão, seja um país ou estado. Além disso, podem ser estabelecidos parâmetros mais específicos como uma cidade ou até uma rua, caso a empresa seja menor. 

A segmentação de cliente moda é bem fácil de ser colocada em prática, por que, geralmente, o endereço é algo que a empresa consegue ter acesso, seja por meio de formulários em landing pages ou após a efetuação da primeira compra.

2. Segmentação Comportamental

A segmentação comportamental agrupa os clientes levando em conta: lealdade, uso, consciência, padrões de compra, ocasiões, conhecimento e gostos. Ela é bem ampla, podendo ter várias utilidades, além de permitir, principalmente, que as empresas conquistem o mercado-alvo que desejem. 

Por exemplo, na segmentação de clientes por ocasiões é possível identificar aqueles mais sensíveis ao preço em determinados períodos, como férias. Já ao segmentar por clientes leais, poderá entender melhor qual campanha ou material enviar. 

3. Segmentação Demográfica B2C

Para fazer a segmentação demográfica você precisará saber algumas características mais pessoais dos seus clientes, são elas: etnia, idade, gênero, educação, renda, ocupação, religião e estado civil. 

Aplicar esse tipo de segmentação é simples, por exemplo: as marcas de moda de luxo, que vendem produtos mais caros, irão optar por pessoas com rendas mais altas. Já marcas mais descontraídas e descoladas, irão priorizar o público jovem.

A segmentação de cliente demográfica é interessante, porque permite, ao mesmo tempo, múltiplos segmentos, tornando suas campanhas de marketing e outras estratégias mais eficientes.

4. Segmentação Demográfica B2B

Essa segmentação demográfica é utilizada em mercados B2B e é construída em cima de informações como: indústria, tamanho da empresa, cargo, papel e tempo de trabalho na empresa do tomador de decisões de um determinado negócio.

5.  Psicográfica

A segmentação psicográfica é uma técnica de segmentação de mercado em que os grupos são formados de acordo com os traços psicológicos que influenciam os hábitos de consumo. Esses hábitos são definidos pelo estilo de vida e preferências das pessoas.

Esse tipo de segmentação divide os indivíduos nas seguintes características: estilo de vida, opiniões e personalidade do consumidor. Esses fatores influenciam muito as escolhas de consumo do cliente, já que pessoas que vivem sob as mesmas perspectivas, pensam de modo parecido e tendem a consumir produtos similares e frequentar os mesmos lugares.

Por isso, é importante conhecer o perfil psicológico dos seus consumidores para realizar uma segmentação de cliente assertiva, delimitar o marketing do seu produto e tornar a comunicação entre marca e cliente mais eficiente.

Agora que você já sabe a importância da Segmentação de cliente , você precisa conhecer a Umode, plataforma de transformação digital para empresas de moda, com soluções de gerenciar da matéria-prima ao sell out. Focando em mexer ponteiros através de plataformas digitais de gestão.